Legislación y herramientas de gestión en el control de calidad de la materia prima en la fabricación de raciones
Legislation and management tools in raw material quality control in feed manufacturing

Contenido principal del artículo

Autores

Bruna Stéfani de Araújo Melo https://orcid.org/0000-0002-6985-6654

Alliny das Graças Amaral https://orcid.org/0000-0002-1418-9698

Kárito Augusto Pereira https://orcid.org/0000-0002-6749-4610

Loredanna Ramyla de Oliveira Rocha https://orcid.org/0000-0002-1791-9406

Rodrigo Zaiden Taveira

Resumen

La presente revisión tuvo como objetivo, reunir el aporte teórico, acerca de la legislación y herramientas de gestión en el control de calidad de la materia prima en la fabricación de raciones para animales de producción, describiendo la reglamentación y fiscalización en los procesos involucrados, resaltando la importancia que tales procedimientos ejercen en el resultado final del producto. Así, se evidencia que el control de calidad de la materia prima es esencial para asegurar la inocuidad de un producto final de confianza, que atienda a las exigencias del mercado y consecuentemente de los animales, que se aproxime al máximo de las especificaciones o patrones establecidos para el cual fue creado y que atienda a la legislación vigente y a las inspecciones de los órganos federales ligados al sector. Se hace imprescindible el uso de tales herramientas de gestión en la calidad y seguridad de los alimentos ofrecidos a los animales de producción. En que, las Buenas Prácticas de Fabricación y el Procedimiento Operativo Estándar son prerrequisitos esenciales para la implantación del Análisis de Peligros y Puntos Críticos de Control.

Palabras clave:

Detalles del artículo

Referencias

ALLTECH GLOBAL FEED SURVEY. 2017. Produção de ração mundial cresceu 19% nos últimos cinco anos. Disponível em: https://pt.alltech.com/news/news-articles/2017/02/20/producao-de-racao-mundial-cresceu-19-nos-ultimos-cinco-anos. Acesso em: 05/01/2018.

INTERNATIONAL FEED INDUSTRY FEDERATION (IFIF). 2014. A indústria de alimentos mundial. 2014. Disponível em: http://www.ifif.org/pages/t/The+global +feed+industry. Acesso em: 27/04/2014.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DAS INDÚSTRIAS EXPORTADORAS DE CARNE (ABIEC). 2017. Perfil da Pecuária no Brasil – Relatório Anual 2016. São Paulo.

ALVES, N.A.; BIAGI, J.D. 2015. Utilização da ferramenta boas práticas de fabricação (BPF) na produção de alimentos para cães e gatos. Portal de Pesquisa da BVS Veterinária 19:64-69.

ANARUMA, R.J. 2009. Boas práticas de fabricação e APPCC em estabelecimento de produtos destinados à alimentação animal. 19º Congresso Brasileiro de Zootecnia. Anais... Águas de Lindóia, São Paulo.

AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA (ANVISA). 2006. Higiene dos alimentos Testos Básicos. Disponível em: http://www.anvisa.gov.br/divulga/public/alimentos/codex_alimentarius.pdf. Acesso em: 15/10/2015.

BELLAVER, C. 2001. Segurança dos alimentos e controle de qualidade no uso de ingredientes para a alimentação animal. In: Conferencia Virtual de Suínos e Aves. Anais... Santa Catarina: Snpsa: Embrapa, pp. 1-10

BRASIL. 2007. Decreto Nº 6.296, de Dezembro de 2007. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007-2010/2007/Decreto/D6296.htm. Acesso em: 27/04/2014.

BRANQUINHO, M.R.; SARMENTO, S.K.; FERREIRA, R.L. 2015. Mudanças na legislação de rotulagem de OGM: Uma necessidade em função dos avanços tecnológicos. 19º Encontro Nacional e 5º Congresso Latino Americano de Analistas de Alimentos. Anais... Rio grande do Norte, Natal.

CANTO, A.P. 1998. Porque e para que foi criado o cGMP. Revista Banas 8:88-89.

CENTRO DE INFORMAÇÃO METAL MECÂNICA (CIMM). 2009. Efluentes Industriais. Disponível em: https://www.cimm.com.br/portal/material_didatico/ 3669-efluentes-industriais#.Wk0cntKnHIU. Acesso em: 05/01/2018.

CHAVES, J.B.P. 1994. Controle de qualidade para indústrias de alimentos. Viçosa: Imprensa Universitária, 94p.

CORADI. P.C.; MELO, E.C.; LACERDA FILHO, A.F. 2009. Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle (APPCC) no Processo de Fabricação da Ração. Revista Eletrônica Nutritime 6(5):1098-1102. Disponível em URL: https://www.researchgate.net/publication/280114562/doi:10.13140/RG.2.1.1112.4323

COUTO, H.P. 2008. Fabricação de Rações e Suplementos para Animais: Gerenciamento e Tecnologias. Viçosa, MG: CPT. Aprenda Fácil, 226p.

FREITAS, G.S.R. 2011. Avaliação do sistema de análise de perigos e pontos críticos de controle em um matadouro-frigorifico de aves. Especialização (Especialista em Produção, Tecnologia e Higiene de Produtos de Origem Animal) Universidade Federal do Rio Grande do Sul – Faculdade de Medicina Veterinária. Porto Alegre, 36p. Disponível em URL: http://hdl.handle.net/10183/40126

FONSECA, C.F.; STAMFORD, T.L.M.; ANDRADE, S.A.C.; SOUZA, E.L.; SILVA, C.G.M. 2013. Hygienic-sanitary working practices and implementation of a Hazard Analysis and Critical Control Point (HACCP) plan in lobster processing industries. Food Science and Technology 33(1):127-136. Disponível em URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-20612013000100 019

LONGO, F.A. SILVA, I.F.; LANZARIN, M.A. 2010. A importância do controle microbiológico em rações para aves. In: XI Simpósio Brasil Sul de Avicultura e II Brasil Sul Poultry Fair, Chapecó. Anais do XI Simpósio Brasil Sul de Avicultura e II Brasil Sul Poultry Fair. Concórdia: Embrapa, pp. 36-63.

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO (MAPA). 2007. Instrução Normativa Nº. 4 de 23 de fevereiro de 2007. Disponível em: http://extranet.agricultura.gov.br/sislegisconsulta/consultarLegislacao.do?operacao=visualizar&id=17664. Acesso em: 22/04/2014.

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO (MAPA). 2014. Alimentação Animal. Disponível em: http://www.agricultura.gov.br/animal/alimentacao. Acesso em: 27/04/2014.

MASCARENHAS, A.G. 2012. Boas Práticas de Fabricação – IN 04 de fevereiro de 2007. In: UFG. II Simpósio Sobre Métodos e Procedimentos na Fabricação de Rações e Suplementos, Universidade Federal de Goiás, Goiânia.

MAZZUCO H. 2015. Boas práticas de fabricação. Disponível em:
http://www.agencia.cnptia.embrapa.br/gestor/frango_de_corte/arvore/CONT000fzh98d9402wx5ok0cpoo6a71axge2.html. Acesso em: 29/03/2015.

MICHALCZYSZYN, M.; GIROTO, J.M.; BORTOLOZO, E.Q. 2008. Avaliação e certificação em Boas Práticas de Fabricação de uma empresa de alimentos orgânicos no município de Ponta Grossa, PR – estudo de caso. Revista Higiene Alimentar 22(159):33-35.

MORAES, M.P. 1997. Fabricação de rações: qualidade de matérias-primas. Boletim Técnico – Amicil /AS. Goiânia, 10p.

MOTA, E.G. 2010. Indústria de Rações: Legislação e Sistema de APPCC Aplicado à Indústria de Alimentos Para Bovinos. In: VII Simcorte, Simpósio Internacional de Produção de Gado de Corte pp.112-151.

OLIVEIRA, M.D.R.; PASSOS, F.J.V.; ANDRADE, N.J. 2012. Diretriz para estudo da Higiene dos Alimentos: Ensino e Aprendizagem Baseada em Problemas/Projetos. Viçosa.

OLIVEIRA, F. 2014. Controle de qualidade em fábrica de ração para frangos de corte. (Trabalho de Conclusão de Curso) Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis – SC. 49p. Disponível em URL: https://repositorio.ufsc.br/bitstream/handle/123456789/124629/FERNANDO%20DE%20OLIVEIRA.pdf?sequence=1

PINZON, P.W.; FISCHER, P.; NOSKOSKI, L. 2011. Análise de perigos e pontos críticos de controle (APPCC). 16º Seminário Inter institucional de Ensino, Pesquisa e Extensão. Anais... UNICRUZ, Cruz Alta.

REZENDE, A.C. 2003. Análise de perigos e pontos críticos de controle (APPCC) em unidades armazenadoras de grãos a granel de Campinas. Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola) Universidade Estadual de Campinas Faculdade de Engenharia Agrícola. Campinas, SP, 52p. Disponível em URL: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/257568

RIBEIRO, K.O. 2009. Manual de Boas Práticas de Fabricação (BPF) para estabelecimento fabricante de produtos destinados à alimentação animal. Trabalho de Conclusão de Curso (Curso de Higiene e Inspeção de Produtos de Origem Animal) Universidade Federal de Minas Gerais. Belo Horizonte. 169p. Disponível em URL: https://zootecnia.jatai.ufg.br/up/186/o/BOAS_PR%C3% 81TICAS_DE_FABRICA%C3%87%C3%83O_DE_RA%C3%87%C3%83O.pdf

RIBEIRO-FURTINI, L.L.; ABREU, L.R. 2006. Utilização de APPCC na Indústria de Alimentos. Ciência e Agrotecnologia 30(2):358-363. Disponível em URL: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1413-70542006000200025&script=sci_
abstract&tlng=pt

RICHARDSON, K.E.; LONGO, F.A. 2008. A importância do controle microbiológico na cadeia de produção de rações para aves. 5º Simpósio sobre Manejo e Nutrição de Aves e Suínos. Anais... CBNA. Cascavel – PR; pp. 149-160.

ROSÁRIO, M.B. 2004. Controle estatístico de processo: um estudo de caso em uma empresa da área de eletrodomésticos. (Dissertação). Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 112p. Disponível em URL: http://hdl.handle.net/10183/5663

SILVA, E.S.; LISBOA, F.D.; WERLANG, L.M. 2013. Caracterização e acompanhamento da qualidade do efluente em indústrias de bebidas: um estudo de caso. 20º Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos. Anais... Porto Alegre – RS.

SILVEIRA, N.S. 2014. Estudo De Caso: Ocorrência de contaminação por Salmonella spp. em uma fábrica de ração de aves. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Zootecnia). Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis – SC. 41p. Disponível em URL: https://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/133252

SINDICATO NACIONAL DA INDÚSTRIA DE RAÇÃO ANIMAL (SINDIRAÇÕES). 2008. Manual Feed & Food Safety. Gestão do Alimento Seguro. Versão 4.0 Disponível em: http://sindiracoes.org.br/wpcontent/uploads/2012/03/manual _pffsgas_versao4_0.pdf. Acesso em: 22/03/2014.

SORIA, M.C.; SORIA, M.A.; BUENO, D.J.; TERZOLO, H.R. 2013. Comparison of 3 culture methods and PCR assays for Salmonella gallinarum and Salmonella pullorum detection in poultry feed. The Journal of Applied Poultry Research 96(6):1505-1515. Disponível em URL: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23687146

TORRES, G.J.; PIQUER, F.J.; ALGARRA, L.; FRUTOS, C.; SOBRINO, O.J. 2011. The prevalence of Salmonella enterica in Spanish feed mills and potential feed-related risk factors for contamination. Preventive Veterinary Medicine 1(98): 81-87. Disponível em URL: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/21145122

TUCCI, F.M. 2008. Legislação Sobre Boas Práticas de Fabricação de Alimentos Para Animais In: IX Simpósio Brasil Sul de Avicultura. 2008, Chapecó, SC – Brasil. pp. 47-71.

VARGAS, E.O.; RASZI, S.M. 2012. Impacto da implementação das boas práticas de fabricação em indústria de alimentos para animais. E-Tech, Florianópolis, n. esp. Alimentos, pp. 48-68.

WEDEKIN, I.; PINAZZA, L.A.; LEMOS, F.K. 2017. Economia da pecuária de corte: fundamentos e ciclo de preços. 1.ed. Ivan Wedekin, São Paulo: Wedekin Consultores, 180p.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.